AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
23:29 - 29/06/2022
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
Banrisul
GBOEX
Advanced IT
 
 
 
 
Menos 17% utilizam ônibus

A média de passageiros pagantes de ônibus, em Porto Alegre, diminuiu 17% nos últimos dez anos, segundo dados da EPTC. Em outras oito capitais brasileiras também houve decréscimo, escreve o Correio do Povo online. Ao mesmo tempo em que se reduziu o número de usuários do transporte coletivo, os automóveis e as motocicletas ganharam espaço. A frota da Capital de carros saltou 25,7% de 2006 até hoje. Mas, segundo o presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, a licitação, que conheceu os vencedores na última quinta-feira (24), vai dar condições para atrair novos passageiros. A ampliação do ar-condicionado, o aumento da frota para reduzir de seis para quatro o número de passageiros por metro quadrado e a implantação do sistema BRT devem ser alguns dos chamarizes. O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo da Camino, concorda: "A regulação baseada em contratos advindos da licitação deve resultar em um serviço de melhor qualidade. Esse sempre foi o objeto de atuação do MPC, que requereu ao TCE pedido de abertura da licitação". Com mais congestionamento, Cappellari lembra que a EPTC decidiu em 2010 ampliar a frota de 1,5 mil ônibus para 1,7 mil para que o tempo de espera nas paradas não fosse tão impactado. A fórmula, no entanto, contribuiu para o aumento da tarifa. Há dez anos, a passagem custava R$ 1,40 menos do que hoje, um aumento encarado com protestos pelos porto-alegrenses. Uma das fórmulas para aumentar o número de passageiros é reduzir o tempo das viagens. Há exemplos concretos nos últimos meses, com a implantação dos corredores de ônibus na zona Sul. Segundo Vanderlei Cappellari, da EPTC, na avenida Praia de Belas, a partir de março, as linhas tiveram ganho no tempo de até 31% no pico da manhã e 37% à tarde, em 5 quilômetros, entre as avenidas Icaraí e Borges de Medeiros.

Incluída em: 27/09/2015 - 07:43

VoltarVoltar

 
  23:29 - Novo Pano Safra é 36% maior
  23:24 - Os menores juros são de 5%
  18:39 - Limite a exportações do Brasil
  17:55 - Vila Franco Pereira vira regular
  17:52 - Aval de Guedes a mais gastos
  17:48 - O risco Brasil está crescendo
  17:34 - União tem déficit de R$ 39,4 bi
  17:30 - O dólar recua para R$ 5,193
  17:28 - A Caixa tem nova presidente
  17:18 - Fim dos carros a combustão