AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
18:22 - 18/08/2019
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
BRDE
Banrisul Libre
Sicredi - Conta Corrente
GBOEX
Intelig?ncia em Tecnologia da Informa??
 
Suspensa a MP de Bolsonaro

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, concedeu liminar para suspender a validade do trecho da medida provisória do presidente Jair Bolsonaro que transferiu para o Ministério da Agricultura a demarcação de terras indígenas. Agora, essa tarefa voltará para a Funai, órgão vinculado ao Ministério da Justiça. Barroso pediu para o caso ser pautado com urgência no plenário da Corte, que decidirá se mantém ou não a liminar. A MP modifica também outras estruturas do governo, que não foram suspensas pela liminar. Em janeiro, uma medida provisória anterior já previa, entre outros pontos, que a demarcação de terras indígenas ficaria com a Agricultura, e que a Funai seria ligada ao Mulher, Família e Direitos Humanos. Mas, ao analisar a medida, o Congresso devolveu essa função à Funai, e fez com que o órgão também voltasse para o Ministério da Justiça. Essa medida foi vetada pelo Congresso Nacional. Mesmo assim, o presidente editou nova medida com o mesmo conteúdo e outras modificações na estrutura do governo. A decisão foi tomada em ações apresentadas à Corte pela Rede, pelo PT e pelo PDT. Para os partidos, Bolsonaro foi autoritário ao insistir na transferência e desrespeitar os parlamentares.

Incluída em: 24/06/2019 - 21:27

VoltarVoltar

 
  16:15 - A ociosidade na região Sul
  16:00 - Bancos apoiam nosso vinho
  15:52 - Festival exibe o Legalidade
  15:30 - O Brasil todo sem dinheiro
  15:24 - Visita às florestas alemãs
  16:41 - Escritório da Apex na Fiergs
  07:01 - O FGTS vira posto Ipiranga
  06:54 - Começa Festival de Cinema
  06:48 - Longa alta da desigualdade
  06:41 - Mais bondades na Argentina