AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
16:45 - 03/04/2020
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
BRDE
Banrisul
GBOEX
Intelig?ncia em Tecnologia da Informa??
 
 
 
Longa alta da desigualdade

Brasil vive o ciclo mais longo de aumento da desigualdade de sua história. Estudo do economista Marcelo Neri, diretor do FGV Social, mostra que a concentração de renda cresce no país há 17 trimestres, pouco mais de quatro anos. A piora na desigualdade, segundo Neri, é resultado do aumento do desemprego no país, que ainda aflige 12 milhões de pessoas: "O principal fator que influencia o aumento da desigualdade é o desemprego, que, embora apresente sinais de alguma recuperação, ainda é grande no país". O economista pondera que, quando o desemprego aumenta, o mercado de trabalho tende a diferenciar ainda mais os trabalhadores de acordo com o grau de instrução. Os mais capacitados têm mais chance do que os de baixa escolaridade. A desigualdade é medida pelo índice de Gini, que mostra a concentração de renda e varia de zero a 1. Quanto mais próximo de 1, mais desigual é a distribuição de renda. No Brasil, o indicador segue tendência de alta desde o quarto trimestre de 2014, quando estava em 0,6003, até o segundo trimestre deste ano, quando alcançou 0,6291. A concentração de renda avançou no período que abrange os governos de Dilma Rousseff, Michel Temer e o primeiro semestre da gestão de Jair Bolsonaro.

Incluída em: 16/08/2019 - 06:48

VoltarVoltar

 
  20:24 - Mais Bolsonaro x Mandetta
  20:14 - Mourão defende isolamento
  20:05 - A vacina já em estágio final
  20:01 - Colhidos 59% do arroz
  19:55 - Autorizado um rombo maior
  19:51 - O dólar sobe para R$ 5,265
  19:44 - As remessas internacionais
  19:43 - Crise nos hotéis da Capital
  19:42 - Vírus atropela a cervejaria
  19:41 - Tyssenkrupp tem novo CEO