AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
16:36 - 04/12/2020
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
BRDE
Banrisul - Consignado Digital
RS GOV BR Resolve
GBOEX
Intelig?ncia em Tecnologia da Informa??
 
 
Discriminação na publicidade

Embora sejam maioria na população, com 55,8% dos brasileiros, de acordo com o IBGE, pretos e pardos ainda são subrepresentados como consumidores de produtos. Estudo feito pelo Gemaa (Grupo de Estudos de Ação Afirmativa) da UERJ, que analisou a diversidade nos anúncios por um período de 30 anos e constatou que no primeiro ano analisado, brancos eram 84% das figuras humanas em publicidade, ante 9% de pretos e pardos. No último, foram 78%, ante 16% de pretos e pardos. Os pesquisadores compararam as propagandas publicadas na revista de maior circulação nacional no período, a Veja, entre 1987 e 2017. Há uma normatividade branca, que coloca o branco como norma de humanidade. Ele historicamente é sempre colocado como referência", diz Marcelle Felix, doutoranda em sociologia pelo Iesp e corresponsável pelo estudo. Os dados demonstram que, no total de 30 anos, mulheres pretas ou pardas são o grupo que menos apareceu nas propagandas: apenas 4% das figuras humanas (que levam em conta fotos, mas também representações gráficas) são desse grupo demográfico. Os homens negros vêm em seguida, com 8% de representação total ao longo de todo o período analisado. Já os homens brancos são os que mais aparecem, com 46% das pessoas retratadas. As mulheres brancas somam 37%.

Incluída em: 18/02/2020 - 20:16

VoltarVoltar

 
  20:00 - Cobrança de auxílios indevidos
  19:56 - Aprovada Casa Verde e Amarela
  19:51 - O dólar recua para R$ 5,140
  19:44 - Confraternizações diferentes
  19:43 - Rumo ao restaurante preferido
  19:39 - Melhores do Agro para 2020
  19:38 - Educação para pós-pandemia
  19:36 - Crédito imobiliário simulado
  19:31 - O varejo recua 4,36% este ano
  19:28 - As projeções do PIB para 2021